ATENÇÂO: 14ºsalário para aposentados está quase aprovado
ATENÇÂO: 14ºsalário para aposentados está quase aprovado

Ainda em processo de tramitação, o chamado décimo quarto salário para os aposentados e pensionistas do INSS está seguindo para a sua votação no Senado Federal. É essa a votação que enfim vai decidir se o 14º salário do INSS vai ser aprovado ou não. Muitos beneficiários do INSS estão aguardando por essa decisão.

A proposta do décimo quarto salário do INSS é a de conceder um salário adicional para as pessoas que são assistidas pela Previdência Social. Se aprovada, o pagamento deve ser feito até o final deste ano de 2020. Mais precisamente, até o mês de dezembro.

Qual vai ser o valor do 14º salário do INSS?

décimo quarto salário para os aposentados e pensionistas do INSS vai ter como base o mesmo valor do benefício que o beneficiário já recebe todo mês.

Dessa forma, quem recebe um benefício previdenciário de até um salário mínimo – ou seja, 1045 reais – deve receber um pagamento adicional no mesmo valor. E o pagamento deve ser feito, como já foi falado anteriormente, até o mês de dezembro de 2020.
Por outro lado, os beneficiários que recebem mais do que um salário mínimo do INSS devem receber o mesmo valor que já recebem normalmente. Mas é claro que os pagamentos do 14º salário do INSS só vão acontecer se a proposta, de fato, for aprovada pelo Poder Legislativo. Ou seja, tudo depende da votação do Projeto de Lei no Senado Federal.

Quem vai ter direito a receber o 14º salário do INSS?

De forma a respeitar a mesma regra de pagamento do 13º salário, terão direito a receber o possível décimo quarto salário os seguintes grupos de beneficiários da Previdência Social:
  • Aposentados
  • Pensionistas
  • Segurados do Auxílio Acidente
  • Segurados do Auxílio Reclusão
  • Segurados pelo Auxílio Doença
Lembrando que o valor do 14º salário do INSS pode ser pago em 2 parcelas, assim como também acontece com o pagamento do 13º salário. Considerando o pouco tempo que resta daqui até o final de 2020, as datas de pagamento do benefício extra do INSS devem ser divulgadas tão logo o projeto for aprovado. Se for aprovado, é claro.

Então, o 14º Salário Emergencial do INSS vai ser aprovado ou não?

Antes de tudo, é preciso esclarecer que para a proposta do 14º salário do INSS para aposentados e pensionistas ser aprovada, ela precisa passar por 4 etapas diferentes. Essas etapas estão descritas logo em seguida.

  • 1ª EtapaVotação Popular. Essa etapa já aconteceu no portal de ideias legislativas e recebeu uma boa quantidade de votos do público. Por isso, a proposta foi enviada para a Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal.
  • 2ª EtapaAvaliação dos Senadores, que decidiu se a proposta se tornaria um Projeto de Lei ou uma PEC (Proposta de Emenda a Constituição). No atual momento, a proposta aguarda pela oportunidade de votação no Plenário (em andamento).
  • 3ª Etapa – Se for aprovado no Senado Federal, o Projeto de Lei vai ser encaminhado para a Câmara dos Deputados. Ao chegar na Câmara, a PL precisa ser submetida à votação. Para aprovar, o projeto precisa receber a maioria dos votos por meio de uma votação simples.
  • 4ª e última etapa – Apenas depois da maioria favorável de votos, o projeto pode ser encaminhado para a avaliação do presidente. E então, o presidente deve decidir se vai sancionar ou vetar a nova lei.

  • Atualmente, no entanto, o Projeto de Lei de número 3657 de 2020 está no Plenário do Senado Federal. É esta a situação em que a proposta se encontra desde o início do mês de setembro.
    Por enquanto, não há previsão de quando o projeto em questão pode ser votado pelo Senado. O senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, continua o seu empenho em defender o projeto.
    Como você pode ver anteriormente, o projeto do 14º salário do INSS está na segunda etapa de um ciclo de quatro. Resta saber se a proposta vai conseguir avançar no parlamento a tempo dos prazos indicados para o pagamento do benefício. Se votado muito tardiamente, e ainda que venha a ser aprovado, é certo que a expectativa de um pagamento do benefício extra em dezembro não vai ser facilmente atendida.




Fonte (Blog do vestibular)
Repórter: (Odinei Padilha)



o site oncanews.tv.br não vai parar de continuar investigando tudo, e publicando suas matérias sem medo de censura de certos políticos, do que quem faz algum dano errado, vamos mostrar, está com certeza mostra agora mesmo como mostra a realidade dos fatos. Aqui fica a nossa indignação ainda de pessoas que dizem ser jornalista e não nos mostram.
No (  GVC  ) Grupo Virgulino de Comunicação Resguardamos Todos os Nomes de Fontes Sobre Sigilo Absoluto, Assumindo uma Responsabilidade até Sob o STF, Comparado Nenhum Código Ético dos Jornalistas que Fixa relações com a comunidade, como fontes de informação e entre jornalistas. Do direito à informação.
O site oncanews.tv.br não possui nenhum vínculo político, portal ou até mesmo família com portaria na federação, nós temos o site estamos a disposição da população sem rabo preso com ninguém, sem medo de falar a verdade que os leitores querem saber.


Redação fazer "GVC" GRUPO VIRGULINO DE COMUNICAÇÃO
Matriz cascavel, filial em Toledo e Foz do Iguaçu Paraná. E em RONDÔNIA Vilhena, Cacoal, Rolim de Moura, Alta Floresta e Nova Brasilândia em breve em mais municípios.
FONE e WhatsApp    45 99906-3411 Paraná   984593526 Rondônia  
Revista Viva Com Mais SAÚDE 
 Revista  O Agronegócio em EVIDÊNCIA  
 Revista MODELLO
 Jornal Impresso  Onça News Agência de notícias oncanews.tv.br Agência de publicidade V ' news 


Estúdio  
TV LAMPIÃO 
- EDITORA e sócio do GVC Dra. Luciana S.
- EDITORA e Sócio do GVC Dra. Lucineia SS
- JORNALISTA E DIRETOR DO GVC ROBERTO VIRGULINO  DRT 0011657 / PR
- JORNALISTA  Odinei Padilha responsável do grupo no Paraná.

Em breve Rádio online  "RÁDIO LAMPIÃO"  para toda Rondônia.