TRAIÇÃO VIRA CASO DE POLÍCIA  EM CASCAVEL: Por problema extraconjugal homem teria tentado matar vítima com veneno




Na manhã desta ultima quarta-feira (19), o delegado Diego Valim, responsável pela Delegacia de Homicídios, concedeu entrevista coletiva falando sobre a Operação Doce Veneno, a qual foi desencadeada durante a madrugada.

Os investigadores estão, desde o início do mês de abril, analisando um caso de tentativa de homicídio através de envenenamento.
A vítima, na véspera de Sexta-Feira Santa, recebeu um pão de mel que continha carbofurano, que é um inseticida altamente tóxico e é usado em agrotóxicos, e acabou ingerindo o alimento.

Após isto, passou mal e precisou ser socorrido e encaminhado ao Hospital, onde ficou por alguns dias internado em leito de UTI.
Conforme o delegado, a vítima teria tido uma relação extraconjugal com a esposa do detido, no fim do ano de 2019 e começo de 2020 e, após isto, começou a ser alvo de ameaças e, posteriormente, a tentativa de homicídio.

Toda a entrega do pão de mel foi rastreada pelos investigadores, que identificaram o momento que o alimento chegou à residência da vítima, através de um motoboy.

Pelo baú da moto utilizada na entrega foi localizada a empresa de moto-frete e também o motoboy, que repassou que a encomenda. Nesta empresa, também através de câmeras, foi descoberto que quem o frete foi solicitado por um terceiro indivíduo, que seria um ambulante da cidade.



Em seguimento às buscas, os investigadores da DH encontraram este ambulante e perceberam que o carro do principal acusado, através de outras câmeras, esteve no endereço e teria repassado o pão de mel envenenado, pagando para que aquele homem realizasse a solicitação de frete.

Com isto, todos os pontos foram ligados, e através do rastreamento de outras cartas e mensagens de ameaça, os investigadores da DH chegaram até o principal suspeito.

Na 15ª SDP, o acusado, ao ser ouvido pela Delegacia de Homicídios, confessou a prática do crime e relatou sabia que o veneno era utilizado para matar rato e tinha o produto na residência.

Conforme Valim, o acusado teria praticado o crime pois tinha uma mágoa antiga contra o homem e queria fazer ele sofrer pela situação vivenciada anteriormente.

O acusado responderá por uma dupla tentativa de homicídio, pois, além do homem que comeu o pão de mel, o acusado poderia ter matado a esposa da vítima.







Fonte: CGN
Repórter: Odinei Padilha




o site oncanews.tv.br não vai parar de continuar investigando tudo, e publicando suas matérias sem medo de censura de certos políticos, do que quem faz algum dano errado, vamos mostrar, está com certeza mostra agora mesmo como mostra a realidade dos fatos. Aqui fica a nossa indignação ainda de pessoas que dizem ser jornalista e não nos mostram



O (  GVC  ) Grupo Virgulino de Comunicação Resguardamos Todos os Nomes de Fontes Sobre Sigilo Absoluto, Assumindo uma Responsabilidade até Sob o STF, Comparado Nenhum Código Ético dos Jornalistas que Fixa relações com a comunidade, como fontes de informação e entre jornalistas. Do direito à informação.O site oncanews.tv.br não possui nenhum vínculo político, portal ou até mesmo família com portaria na federação, nós temos o site estamos a disposição da população sem rabo preso com ninguém, sem medo de falar a verdade que os leitores querem saber.


A Redação da  "GVC" GRUPO VIRGULINO DE COMUNICAÇÃO Com a Matriz em cascavel, filial em Toledo e Foz do Iguaçu no Paraná. Em RONDÔNIA em Vilhena, Cacoal, Rolim de Moura, Alta Floresta e Nova Brasilândia em breve em mais municípios.
FONE e WhatsApp    45 99906-3411 Paraná   69 984593526 Rondônia  
Revista Viva Com Mais SAÚDE 
Revista  O Agronegócio em EVIDÊNCIA  
Revista MODELLO EM EVIDÊNCIA 
Jornal Impresso  Onça News 

Agência de notícias O NEWS
Site de notícias oncanews.tv.br 
Agência de publicidade V ' news 


Estúdio  
TV LAMPIÃO e  BAND 
- EDITORA e sócio do GVC Dra. Luciana S.
- EDITORA e Sócio do GVC Dra. Lucia SS
- JORNALISTA E DIRETOR DO GVC ROBERTO VIRGULINO  DRT 0011657 / PR
- JORNALISTA  Odinei Padilha responsável do grupo no Paraná.




















Fonte: CGN
Repórter: Odinei Padilha